Com ampla maioria governista, AL deve aprovar contas de Taques

Julgamento deveria ter sido neste mês, mas a oposição fez pressão contra e ficou para janeiro

Por araguaianews em dezembro 21, 2017

Julgamento deveria ter sido neste mês, mas a oposição fez pressão contra e ficou para janeiro

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), afirmou que as contas anuais de Governo, referentes ao exercício de 2016, sob o comando do governador Pedro Taques (PSDB), devem ser aprovadas em janeiro de 2018.

Segundo ele, o julgamento deveria ter ocorrido ainda neste mês, mas a bancada de oposição fez pressão contra a votação.

“A oposição está fazendo algumas observações em cima e vão fazer algumas propostas, evidentemente. Mas, no final, é o plenário que vai decidir. Deve ser aprovada a mensagem, uma vez que o Governo tem uma ampla maioria”, afirmou o parlamentar.

Na terça-feira (20), a Assembleia encerrou os trabalhos de 2017. Desta forma, a proposta será apreciada no dia 16 de janeiro, data para a qual Botelho convocou sessão extraordinária.

No final, é o plenário que vai decidir. Deve ser aprovado, uma vez que o Governo tem uma ampla maioria

As contas do Governo já têm parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT).

O relator, conselheiro Valter Albano – que está afastado do cargo por decisão do STF -, acolheu o parecer do Ministério Público de Contas pela aprovação, mas negou pedido do órgão para que a Assembleia Legislativa apure eventual crime de responsabilidade pelo não-pagamento de parte do duodécimo aos Poderes.

Apesar disso, Albano apontou uma série de falhas.

Para o presidente da Assembleia, nada apontado pelo TCE é “grave”.

“Os apontamentos feitos pelo TCE não são graves. O próprio TCE aprovou as contas. Então, acredito que as contas serão aprovadas”, completou.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *