379 MEIs correm risco de ter o registro cancelado em Alto Araguaia e Santa Rita

Um total de 379 microempreendedores individuais, os chamados MEIs, de Alto Araguaia (MT) e Santa Rita do Araguaia (GO) correm o risco de ter o registro cancelado e consequentemente perder o CNPJ por inadimplência e não cumprimento das regras

Por araguaianews em janeiro 18, 2018

379 MEIs correm risco de ter o registro cancelado em Alto Araguaia e Santa Rita

Prazo para regularização é curto e microempreendedores devem procurar o CAE

Marcos Cardial | Assecom/AIA

Um total de 379 microempreendedores individuais, os chamados MEIs, de Alto Araguaia (MT) e Santa Rita do Araguaia (GO) correm o risco de ter o registro cancelado e consequentemente perder o CNPJ por inadimplência e não cumprimento das regras. O alerta foi dado pela Unidade do Centro de Atendimento Empresarial (CAE), instalado na prefeitura da cidade mato-grossense. O prazo final para regularização termina na próxima terça-feira (23).

Nas duas cidades são 1.282 MEIs registrados, sendo 739 em Alto Araguaia e 543 em Santa Rita do Araguaia. Deste total, 379 estão em débito. A inadimplência chega a 56,78% no município mato-grossense, enquanto que na cidade goiana o percentual é ainda maior: 59,69%.

O MEI foi criado em 2009 no Brasil para incentivar a formalização de pessoas que trabalham por conta própria. Para 2018, o limite de faturamento subiu para R$ 81 mil. Até então esse valor estava condicionado a R$ 60 mil anual. Com o registro, o trabalhador tem CNPJ e pode emitir notas fiscais, atuando como uma empresa. Regularizado enquanto MEI, o microempreendedor garante benefícios da Previdência como auxílio-doença, salário-maternidade e aposentadoria por idade, mediante pagamento mensal de pouco mais de R$ 50,00. É justamente esse recolhimento que deixou MEIs de Alto Araguaia e Santa Rita do Araguaia inadimplentes.

A agente de Desenvolvimento do Centro de Atendimento Empresarial de Alto Araguaia, Nelcy Pio Peron, reforçou que os microempreendedores devem fazer regularização o mais rápido possível, mas alertou que o prazo para o processo é curto.

“É só procurar a sala do CAE, na prefeitura de Alto Araguaia, que daremos todas as orientações para regularização. Mas é importante que seja rápido, visto que o prazo termina já na próxima semana”, disse Nelcy. Mais informações podem ser obtidas na sede própria da Prefeitura de Alto Araguaia, na Avenida Carlos Hugueney, no centro, ou ligar 3481-1165 das 13h às 18h (horário de Brasília).

Fonte: Assessoria AA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *