ALTO ARAGUAIA

Martin Doido, um Araguaiense de verdade.

Uns dizem que “MARTIN DOIDO” era  Araguiense ou Santaritense, morou nessas cidades por muito tempo e depois veio para Mineiros

Por araguaianews em janeiro 30, 2018

Martin Doido

  

Abrindo a série “Passaram por Mineiros” nada mais relevante do que reproduzir uma imagem do Martin, muito comentada nos grupos do Facebook. Toda cidade pequena tem, no mínimo, uma ‘figura’ histórica e Martin foi uma das personalidades que passou por Mineiros…

Uns dizem que “MARTIN DOIDO” era  Araguiense ou Santaritense, morou nessas cidades por muito tempo e depois veio para Mineiros. Ele perturbava os motoristas, só que em vez de apito ele usava um revólver de madeira. As crianças tinham muito medo dele também. Todos comentam que ele foi para a segunda guerra mundial.

MartimMieirosPersonalidade

Ele tinha parentes (Primos e Tias) em Uberlândia. Segundo seus familiares ele realmente ele participou da Guerra e por isso ele desenvolveu a brincadeira de ficar atirando para todos com a arma de mentira. Não há notícias de que ele tenha feito mal para ninguém, ao contrário, fazia muita gente sorrir. Ele ficava sempre em uma casa na 4ª avenida, subindo a rua do colégio.

Mitos sobre Martin Doido

Muitos histórias foram criadas pela comunidade a respeito de Martin. Uma delas dizia que quando ele passava a mão na cabeça da criança ele a marcava para buscar depois. Em Alto Araguaia não era diferente, todas as crianças tinham pavor de sua pessoa. Diziam que ele pegava as crianças teimosas e birrentas e levava para uma serra de lá jogava as crianças abaixo.

O seu jeito de vestir, maquiar, usar acessórios, seu acordeão sempre presente, tudo isso criou a imagem de Martin.

Como um dos internautas muito bem comentou, “..uma pessoa que viveu por tantos anos em Mineiros, sendo notado e convivendo com muita gente, foi-se embora dessa terra sem qualquer notícia, sem nenhuma divulgação, enfim, será que alguém chorou por ele?”(Facebook)

História de Família

Segundo Gardene Chagas, a história de Martin seria diferente. Ela é sobrinha de Martin e sua avó Guilhermina era noiva com seu avô Sérgio, mas Sérgio teve que atender à convocação militar e ir para a guerra. Sua avó esperou por mais de 6 anos Sérgio e ele não voltava, então seus bisavós a casaram com o Pai de Martin. Nesse período ela e o Pai de Martin tiveram 4 filhos (Martin , Conceição, Adélia e Percídio. Uma história de amor, pois Sérgio voltou da guerra e ela estava viúva do Pai de Martin, com 4 filhos pequenos. Eles se casaram e Guilhermina viveu sua paixão. Ela teve mais 6 filhos com Sérgio e viveram até a morte. Guilhermina viveu até os 105 anos e sua fisionomia era muito parecida com Martin.

Segundo Gardene, Martin não nasceu daquele jeito, era uma criança normal, mas uma noite ele comeu algo muito pesado e teve congestão. Ficou mais de uma semana desacordado e quando acordou não falava mais nada com nada, mas era uma pessoa de ouro, bom filho e amoroso.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta nossa página

Compartilhe conosco

Envie sua sugestão de notícia, foto ou vídeo!

contato@araguaianews.com.br

© ARAGUAIA NEWS
PORTAL DE NOTÍCIAS DE ALTO ARAGUAIA - MT