Deputado acusa Globo de ser ‘faculdade do homossexualismo e da traição’

O deputado federal Victorio Galli (PSC) apresentou um requerimento na Câmara dos Deputados, em Brasília, para cobrar explicações sobre a programação da emissora Rede Globo. Para Galli, a emissora descumpre o preceito constitucional, de que a comunicação serve para promover a educação.

Por araguaianews em fevereiro 4, 2018

Deputado acusa Globo de ser ‘faculdade do homossexualismo e da traição’

O deputado federal Victorio Galli (PSC) apresentou um requerimento na Câmara dos Deputados, em Brasília, para cobrar explicações sobre a programação da emissora Rede Globo. Para Galli, a emissora descumpre o preceito constitucional, de que a comunicação serve para promover a educação.

“Com todas as letras: é globolixo, safadeza. Ela está descumprindo aquilo que está na Constituição”, afirmou o deputado federal, em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta quinta-feira (1).

O deputado ainda acusou a Rede Globo de ser uma “faculdade” onde se ensina os maridos a traírem suas esposas e vice-versa, além de ensinarem os filhos a desobedecerem aos pais. Além disso, de acordo com o parlamentar, a emissora promove o “homossexualismo e a safadeza”.

“A Rede Globo, com suas novelas, está sendo uma faculdade gratuita, um canal aberto para quem quer aprender trair o marido, trair a esposa, filho desobedecer aos pais. Ensina safadeza, o homossexualismo, é muita veadagem”, afirmou.

O parlamentar ainda negou ser homofóbico e disse respeitar as pessoas. Para Victorio Galli, desrespeito é o que acontece nas marchas, onde travestis carregam uma cruz nas costas e dizem estar sendo crucificados. Ainda de acordo com Victorio, ele tem um sobrinho gay e disse se dar bem com o parente.

“Se eles quiserem viver barbudo com barbudo, cara lisa com cara lisa, em quatro paredes não tem problema nenhum. Eu sou contra é o ativismo gay. Isso que está matando”, finalizou.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *