“Mauro só não será governador se não for candidato”, prevê deputado de MT

Zeca Viana afirma que ex-prefeito só não anunciou candidatura por conta do "governo ameaçador" em Mato Grosso

Por araguaianews em fevereiro 14, 2018

“Mauro só não será governador se não for candidato”, prevê deputado de MT

Zeca Viana afirma que ex-prefeito só não anunciou candidatura por conta do “governo ameaçador” em Mato Grosso

“Mauro Mendes só não será governador se não for candidato”. A opinião é do deputado estadual Zeca Viana, presidente estadual do PDT, que também afirmou que a oposição precisa se unir em torno de um nome, para disputar a eleição contra o governador Pedro Taques (PSDB).

Para ele, esta é a “receita” para que a oposição vença o atual governador, que deve ser candidato a reeleição. “Estou trabalhando para que a oposição tenha candidato único. Se tivermos, e não dividirmos, ganharemos a eleição no primeiro turno”, previu.

Zeca Viana também afirmou que conversou com o ex-prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz, que foi destituído da presidência estadual do PPS, após determinação da executiva nacional, que nomeou o secretário de Estado de Educação Marco Marrafon. Ele convidou o ex-prefeito para se filiar ao PDT, onde teria liberdade para articular uma candidatura majoritária nas próximas eleições.

“O Percival demonstrou uma disposição grande de vir para o PDT. Ele é aquele político que todos conhecemos. Bom articulador e tem capacidade para ser governador ou vice. Vai somar muito no partido, não tenho dúvidas, além de causar sim uma preocupação para a situação. Foi algo que o próprio governador criou”, afirmou.

O deputado afirmou que acredita na candidatura de Mauro Mendes, mas disse entender a ‘indecisão’ do ex-prefeito de Cuiabá. Viana afirmou que a opção de deixar para a última hora é a mais adequada, por conta do que ele chamou de “governo ameaçador”. “Conversei com o Mauro Mendes e tenho uma esperança de que ele vai ser candidato sim, mas ele precisa definir. Mas pela situação e pelo governo que temos, perigoso, vamos dizer assim, que ameaça, é melhor deixar para a última hora mesmo”.

Ele afirmou ainda que o ex-prefeito de Cuiabá, caso opte por entrar na disputa, surge como favorito para vencer as eleições. “Pelo meu conhecimento e minhas andanças, quando falamos do Mauro, vemos o brilho nos olhos das pessoas. Ele só não será governador se não for candidato”, disse.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *