Partidos já traçam projeto alternativo à reeleição de Pedro Taques

O presidente do PDT em Mato Grosso, deputado estadual Zeca Viana, reuniu num almoço nesta segunda-feira (09) o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM)

Por araguaianews em abril 11, 2018

Nas próximas semanas, individualmente e/ou coletivamente irão construindo uma agenda de propostas

DA REDAÇÃO/COM ASSESSORIA

O presidente do PDT em Mato Grosso, deputado estadual Zeca Viana, reuniu num almoço nesta segunda-feira (09) o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), e outros líderes de partidos que querem traçar um “projeto alternativo” à reeleição do governador Pedro Taques (PSDB).

Essas lideranças que falam em frustração com o governo ainda não confirmam o fechamento de uma aliança em torno do nome do ex-prefeito, mas defendem que “o atual modelo de gestão não atende e não irá atender aos anseios sociais dos mato-grossenses”.

Em nota, emitida logo após o almoço, o PDT destacou ainda que esses encontros serão constante e que “nas próximas semanas, os partidos individualmente e/ou coletivamente estarão construindo uma agenda de propostas e compromissos para serem debatidos com todos os setores representativos de Mato Grosso”.

Estavam presentes o ex-governador Júlio Campos (DEM), os deputados estaduais Mauro Savi (DEM) e Adriano Silva (DEM), os deputados federais Fábio Garcia (DEM), Adilton Sachetti (PRB) e Ezequiel Fonseca (PP), os ex-vices-governadores Oswaldo Sobrinho e Carlos Fávaro, ambos do PSD, o vereador  Dilemário Alencar (Pros), e o ex-presidente da Ager, Eduardo Moura (PSD).

O ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), que inclusive já estaria certo como coordenador da campanha de Mauro Mendes ao Governo também marcou presença.

Leia a íntegra abaixo:

PROPOSTA

Líderes continuam a traçar projeto alternativo para governo de MT

Lideranças passarão a debater agenda de propostas e compromissos com segmentos da sociedade

Os partidos PDT, DEM, PSD, PTB, PRB, PHS, PCdoB, PP e PROS, através de alguns dos seus representantes reuniram-se em um almoço nesta segunda-feira (9/4) para discutir a nova etapa do processo eleitoral de 2018 iniciado após o dia 7, quando encerrou o prazo de filiações partidárias.

Ficou estabelecido entre os presentes a disposição em construir um projeto de governo alternativo para Mato Grosso, PELAS SEGUINTES RAZÕES:

1 – A FRUSTRAÇÃO COM A GESTÃO DO ATUAL GOVERNO.

2 – Clara percepção de que o atual modelo de gestão não atende e não irá atender aos anseios sociais dos mato-grossenses.

3 – Que nas próximas semanas, os partidos individualmente e/ou coletivamente, estarão construindo uma agenda de propostas e compromissos para serem debatidos com todos os setores representativos de Mato Grosso.

4 – Estamos abertos à ampliação do diálogo com outros partidos e com todos os setores da sociedade.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *