ALTO ARAGUAIA

Balanço do Acessuas Trabalho aponta 552 pessoas atendidas por meio de ações diversas em Alto Araguaia

O Acessuas Trabalho promove articulações, mobilizações e encaminhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social para garantia do direito da cidadania e inclusão ao mundo do trabalho

Por araguaianews em abril 16, 2018
  • Marcos Cardial | Assecom/AIA | 13/4/2018

A coordenadora do Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho, o Acessuas Trabalho Kátia Nabiane, divulgou um relatório de balanço com as ações empreendidas pelo órgão entre 03 de janeiro e 20 de março de 2018. De acordo com o documento, foram realizados 173 atendimentos de forma geral, 225 pessoas participarem de palestras diversas, sendo mobilizadas um total de 552 por meio de ações diversas. O programa é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) conta com efetivo apoio da Prefeitura de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá).

O Acessuas Trabalho promove articulações, mobilizações e encaminhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social para garantia do direito da cidadania e inclusão ao mundo do trabalho, por meio do acesso aos cursos de formação profissional, ações de inclusão produtiva e serviços de intermediação de mão-de- obra.

As ações são focadas na população em situação de vulnerabilidade e risco social, na faixa etária de 14 a 59 anos, visando um trabalho com grupos prioritários especificados pelo Ministério do Desenvolvimento Social atendidos pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e CREAS, BPC, Bolsa Família, Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Serviços de acolhimento, jovens e adultos cumprindo regime socioeducativo, egressos e familiares desses grupos.

Conforme a coordenação do Acessuas Trabalho, foram encaminhados para vagas de empregos 26 pessoas, elaborados cinco currículos, realizados 82 encaminhamentos para cursos de qualificação, 22 pessoas contratadas/ empregadas; 50 concluíram cursos, foram realizados 3 encaminhamentos e 10 para o Sistema Nacional de Emprego (SINE). Foram atendidos 25 usuários de Políticas Socais, 54 usuários da Bolsa Família e 25 pessoas cadastradas no Cadúnico. Três atendimentos de jovens sob tutela do serviço de acolhimento, três egressos, houve um encaminhamento para educação, 17 desempregados atendidos, 23 atendimentos de usuários do Programa Municipal Feijão no Fogo e sete de pessoas beneficiadas pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC), nove atendidos do Pró- família do governo de Mato Grosso; 84 encaminhamentos para cursos do Pronatec. Dois microempreendedores e três familiares de pessoas em regime de reclusão.

O relatório mostra ainda 22 pessoas atendidas por meio de oficinas e firmadas 17 parcerias por meio de visita ao comércio local. “É um trabalho que envolve a sensibilização e orientação dos usuários. Nosso papel é fazer com que se sintam motivados a buscar oportunidades de capacitação e trabalho. Queremos motivá-los, trabalhar a autoestima, fazer com que descubram o potencial e a aptidão que possuem. Realizem os cursos gratuitos a disposição no município e aproveitem as oportunidades de empregos, disse Kátia Nabiane, coordenadora do Acessuas Trabalho em Alto Araguaia.

Fonte: Fonte: Assecom/AIA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta nossa página

Compartilhe conosco

Envie sua sugestão de notícia, foto ou vídeo!

contato@araguaianews.com.br
(66) 9 9952-7165

© ARAGUAIA NEWS
PORTAL DE NOTÍCIAS DE ALTO ARAGUAIA - MT