Investigadores de armas químicas ainda não tiveram acesso a Douma

Os inspetores chegaram no sábado (14) para avaliar se armas químicas foram usadas em Douma no dia 7 de abril, e em caso positivo, qual foi o tipo das armas utilizadas

Por araguaianews em abril 16, 2018

Organização para a Proibição de Armas Químicas fala em falta de cooperação; demora está relacionada a ataques aéreos dos EUA, diz Rússia

Inspetores ainda não tiveram acesso autorizado a locais em Douma

Inspetores ainda não tiveram acesso autorizado a locais em Douma

REUTERS/Bassam Khabieh/30.03.2018

Inspetores ainda não tiveram acesso autorizado a locais na cidade síria de Douma, afirmou a delegação britânica na Organização para a Proibição de Armas Químicas nesta segunda-feira (16), citando o diretor-geral da agência.

Os inspetores chegaram no sábado (14) para avaliar se armas químicas foram usadas em Douma no dia 7 de abril, e em caso positivo, qual foi o tipo das armas utilizadas.

A delegação britânica para a Opaq disse em comunicado publicado no Twitter que a Rússia e a Síria ainda não haviam autorizado o acesso dos inspetores a Douma.

“Acesso sem restrições (é) essencial”, disse o comunicado. “Rússia e Síria precisam cooperar”.

O vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia disse que a demora está relacionada a ataques aéreos dos Estados Unidos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *