728X90

Ação conjunta: dez máquinas utilizadas em crimes ambientais são apreendidas

Por araguaianews em maio 15, 2020

Em operações realizadas nas duas últimas semanas, equipes do governo de Mato Grosso realizaram a apreensão e retirada de dez máquinas utilizadas para a prática de crimes ambientais. Foram oito tratores removidos de Querência e região e outros dois de Santa Rita do Trivelato.

Durante a ação realizada na região de Querência, Leste de Mato Grosso, também foram apreendidos implementos como carretas tanque, gerador de energia, sopradores e motosserras. A operação foi realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), pelo Corpo de Bombeiro Militar (CBM-MT), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Batalhão de Operações Especiais (BOPE-MT).

Os profissionais fiscalizaram 21 pontos e embargaram 6,5 mil hectares. Estima-se que serão aplicados R$ 20 milhões em multas.  A ação integra a Operação Amazônia Arco Norte, lançada pelo Governo de Mato Grosso na terça-feira (12.05), com o objetivo de reprimir crimes contra a flora de Mato Grosso, especialmente exploração florestal ilegal, desmatamento ilegal, incêndios florestais e queimadas irregulares.

O Governo de Mato Grosso está atuando em seis frentes para combate aos crimes contra a flora: planejamento e gestão, monitoramento, fiscalização, responsabilização, prevenção e combate aos incêndios florestais, e comunicação.

Atividade essencial

As atividades de fiscalização ambiental, que incluem as ações de monitoramento e controle de crimes ambientas como desmatamento e exploração florestal ilegais, pesca predatória, caça ilegal, poluição causara por empreendimentos, dentre outros, seguem em pleno funcionamento durante a pandemia do Covid-19.

De acordo com artigo 8° do decreto Estadual 432/2020, a fiscalização ambiental é considerada atividade essencial no Estado. Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo 0800 65 3838 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *