728X90

Mato Grosso conclui pavimentação da MT-110; obra recebeu R$ 47, 2 milhões em investimentos

Por araguaianews em fevereiro 15, 2021

 

Concluída pelo Governo de Mato Grosso a obra de pavimentação de 51,7 quilômetros da rodovia MT-110 na divisa entre os municípios de Novo São Joaquim e Campinápolis, trouxe melhorias para quem vive na região e também para quem precisa utilizar a estrada a trabalho, à passeio ou escoamento agrícola.

Foram investidos R$ 47,2 milhões para a pavimentação dessa extensão da rodovia, que vai permitir a ligação das duas cidades, até Nova Xavantina e à BR-158, por vias asfaltadas. Poeira, acidentes, dificuldade para trafegar ou lama após chuva são problemas que não existem mais, conforme relatou Pedro de Oliveira que é comerciante. Ele guarda na parede um retrato com as imagens de como era o local antes das obras.

“Para nós, mudou muito, porque sofríamos com os atoleiros e agora melhorou 100%. O meu comércio também teve mais movimento e nem acreditávamos mais que esta obra seria realizada”, afirmou.

Hernandes Nunes é motociclista e também pontuou as mudanças. “Aqui era só buraco e muita poeira. Para quem mora por aqui o acesso melhorou bastante. Eu moro em Novo São Joaquim e para chegar até o início da rodovia levo 20 minutos”, contou.

Na última quinta-feira (11) o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, passou por municípios próximos para vistoriar o andamento de obras de pavimentação asfáltica e construção de pontes de concreto. Entre elas a construção da ponte de concreto pré-moldado sobre o rio Corgão, localizada na MT-130 (Paranatinga).

Além dessas obras, já foram licitadas a elaboração de projetos para a pavimentação de 99,38 quilômetros da MT-110, do trecho remanescente necessário para concluir a ligação das rodovias federais BR-070 e BR-158 por vias asfaltadas.

“Parte das obras da MT-110 estão concluídas e no próximo dia 18, vamos trabalhar partes não pavimentadas. Tivemos alguns problemas por conta das chuvas, mas vamos continuar trabalhando o direito de ir e vir do cidadão”, reforçou o secretário.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *