728X90

Ato em apoio ao presidente Bolsonaro reúne 7 mil veículos e 30 mil pessoas em Cuiabá

A concentração aconteceu na Praça das Bandeiras, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA)

Por araguaianews em setembro 8, 2021

Carreata na tarde deste domingo realizada na Capital mato-grossense

Manifestação em favor do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) reuniu pelo menos 30 mil pessoas na tarde desta terça-feira (7), em Cuiabá, conforme dados repassados pela Policia Militar. Sem registro de anormalidades, o evento reuniu cerca de 7 mil veículos e 30 mil pessoas.

A concentração aconteceu na Praça das Bandeiras, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA). Depois, por voltas das 16 horas, os manifestantes subiram a Avenida Miguel Sutil em direção à Beira-Rio, onde realizaram o ato final na Orla do Porto, para comemorar o resultado das manifestações . No local, houve show de música eletrônica, flashback, rasqueado e outros ritmos.

Além dos populares, participam da manifestação os vereadores de Cuiabá Diego Guimarães (Cidadania), Dilemário Alencar (Podemos), a vereadora Michelly Alencar (DEM) e o secretário adjunto de Estado de Esporte Jefferson Neves e o ex-vereador Abílio Júnior.

Para Abílio, a quantidade de participantes foi surpreendente: “Eu me surpreendi com a quantidade de pessoas nas ruas, expressando de forma democrática e tranquila. Essa foi uma das maiores manifestações populares para um presidente da República na história”.

Michelly Alencar  foi na mesma direção do ex-parlamenta e que o manifesto superarou todas as expectativas. “Os brasileiros deixaram reacender o amor a pátria no coração indo às ruas para lutar pela liberdade dos Poderes, pela democracia, pela fé e pela família. Tudo isso é o que nós desejamos de um governo sem corrupção”.

Além de Cuiabá, também houve atos em favor de Bolsonaro nas cidades de Rondonópolis, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop, Cotriguaçu, Jangada, Alta Floresta, Nova Mutum e Barra do Garças. Outros 10 mil mato-grossenses participaram da mobilização em Brasília.

Fonte: www.odocumento.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *