23 C
Alto Araguaia
sexta-feira - 12 abril - 2024
HomePolíticaBezerra afirma união dentro MDB após reeleito e dispara para quem torceu...

Bezerra afirma união dentro MDB após reeleito e dispara para quem torceu contra: “quebrou a cara”

 O ex-deputado federal Carlos Bezerra (MDB), tão logo reeleito presidente do partido em Mato Grosso, disse à imprensa que o partido está unido e vai continuar unido para as eleições municipais de 2024.

Segundo Bezerra, quem apostou que o MDB iria rachar por conta da eleição do novo Diretório Regional, “quebrou a cara”. O presidente do MDB disse ainda que a eleição de 2024 na Capital vai ser discutida mais na frente. Bezerra não descartou a possibilidade de o MDB ter candidatura a prefeito em Cuiabá.

“Nosso partido tem essa riqueza que poucos partidos têm, que é o debate democrático interno, e isso é feito com a maior autenticidade possível, até se chegar a uma conclusão. Foi isso que nós fizemos nesse processo. Tinha muita gente torcendo para o MDB rachar né?…quem apostou nisso quebrou a cara. O partido está unido e vai unido para a eleição do ano que vem, vai fazer a maioria dos prefeitos de Mato Grosso e vai continuar sendo um grande partido”, destacou o líder emedebista.

Segundo Carlos Bezerra, “qualquer partido, numa capital do Estado, gostaria de ter candidato a prefeito. Isso nós vamos discutir pra frente, se existir a possibilidade de uma candidatura própria, é um tanto melhor, agora, não sei, isso é o futuro que vai dizer. Mas não está descartada uma candidatura própria. O MDB nunca foi e não será barriga de aluguel nas eleições”, afirmou.

Sobre a ausência do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, no encontro do partido que elegeu o novo Diretório Regional, Bezerra foi direto: “você tem que perguntar para ele, e não para mim. Ele faz parte do Diretório Estadual, vai ser delegado da convenção nacional, e o filho dele ficou suplente da estadual”.

Questionado sobre a movimentação contrária do prefeito cuiabano em torno da chapa eleita para o comando do Diretório Regional, se foi para derrubar a Bezerra da presidência, o presidente reeleito do MDB de Mato Grosso disse que “não sei se era para me derrubar, talvez desconhecimento da realidade interna do MDB. O MDB tem uma base muito grande, que está habituada com a forma democrática de fazer as coisas”, disse.

Quanto ao Diretório do MDB de Cuiabá, Bezerra adiantou que agora vai começar a discussão. “Nós vamos começar a discussão sobre Cuiabá. Não vai ser, lógico, para amanhã, tem que ter paciência. Com muita paciência e maturidade nós vamos discutir Cuiabá. Aqui tem três deputados estaduais que tem interesse. Tem a questão do prefeito, do filho dele. Tudo isso a de se considerar e nós vamos fazer o debate em cima disso”, argumentou.

Fonte: O Documento

OUTRAS NOTÍCIAS