728X90

Carga de defensivos furtados de fazenda em Mato Grosso é recuperada no interior de Goiás e caminhoneiro é preso

Após diligências realizadas pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), com apoio da Delegacia de Araguaiana

Por araguaianews em dezembro 22, 2021

Uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Mato Grosso e a Polícia Rodoviária Federal apreendeu nesta terça-feira (21), em Goiás, uma carga de defensivos agrícolas furtada de uma propriedade no município de Ipiranga do Norte. Uma pessoa que fazia o transporte dos produtos foi presa em flagrante por receptação.

Após diligências realizadas pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), com apoio da Delegacia de Araguaiana, a Polícia Civil de Mato Grosso trocou informações com a PRF, que abordou o veículo Iveco, na BR-242, no município de Itumbiara, conduzido por um homem de 47 anos.

Ao ser indagado sobre a origem e destino da carga transportada, o suspeito ficou nervoso e deu informações desencontradas. A equipe da PRF desconfiou e fez buscas no veículo, quando localizou diversos pacotes e galões de defensivos sem a documentação fiscal. Após checagem, pelo número dos lotes foi constatado que os defensivos eram originários de uma fazenda do município de Ipiranga do Norte, em Mato Grosso.

O suspeito informou que carregou os defensivos próximo a Rio Verde (GO) e entregaria em Araguari (MG) a uma pessoa que o contratou via telefone para transportar os produtos, serviço pelo qual receberia o valor de R$ 3 mil. Ele foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil em Itumbiara e autuado em flagrante por receptação.

Após os procedimentos policiais, a GCCO fará a devolução da carga ao proprietário. O furto foi registrado na madrugada do dia 17 de dezembro, na fazenda que fica no município de Ipiranga do Norte.

A Gerência de Combate ao Crime Organizado dará continuidade às investigações para chegar aos demais integrantes do grupo criminoso responsável pelo furto dos defensivos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *