728X90

Cássio defende 22º pênalti pelo Corinthians e fica perto de recorde

Das 22 em que o ídolo da Fiel defendeu, 12 foram durante os 90 minutos e 10 em decisões por penalidades

Por araguaianews em maio 5, 2022

Goleiro é o 2º maior defensor de penalidades da história do Timão. Contra o Cali, o arqueiro defendeu a cobrança de Téo Gutiérrez

Cássio defende cobrança de Téo Gutiérrez em jogo contra o Cali, na Libertadores

Cássio defende cobrança de Téo Gutiérrez em jogo contra o Cali, na Libertadores

LANCE

Contra o Deportivo Cali, o goleiro Cássio defendeu seu 22º pênalti pelo Corinthians. O atleta, que está no décimo ano jogando pelo Timão, é o segundo no ranking pelo clube alvinegro, atrás apenas de Ronaldo Giovanelli, com 24 penalidades defendidas.

Diante dos colombianos, o próprio camisa 12 cometeu a infração, derrubando Angelo Rodríguez, que saiu cara a cara e o driblou, restando somente a obstrução. Téo Gutiérrez bateu, aos 20 minutos do segundo tempo, e parou no arqueiro corintiano, que saltou no canto esquerdo e espalmou 

Com essa, foram 121 vezes que Cássio esteve frente a frente com um jogador adversário em cobrança de pênalti, somando ocasiões em tempo normal e disputas. Além das 22 defesas, em 12 vezes os batedores erraram o alvo, mandando para fora ou acertando a trave, em 87 ocasiões o arqueiro corintiano foi vazado.

Das 22 em que o ídolo da Fiel defendeu, 12 foram durante os 90 minutos e 10 em decisões por penalidades.

A última vez que Cássio havia defendido uma penalidade pelo Timão foi no dia 24 de março, quando pegou a sétima cobrança do Guarani, batida por Madison, em jogo válido pelas quartas de final do Paulistão, na Neo Química Arena.

Em tempo normal, a última vez que o camisa 12 foi buscar uma cobrança de penalidade aconteceu no dia 23 de março do ano passado, na vitória corintiana por 1 a 0 sobre o Mirassol, em Volta Redonda, pelo Paulistão. O atacante Fabrício Daniel foi quem parou no atacante corintiano.

Confira abaixo os três maiores pegadores de pênalti da história corintiana:

1º Ronaldo Giovanelli (1988-1998) – 24 defesas
2º Cássio (2012-atualmente) – 22 defesas
3º Gylmar dos Santos Neves (1951-1961) – 11 defesas

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *