17.7 C
Alto Araguaia
domingo - 16 junho - 2024
HomePolíticaChefe da Casa Civil nega articulação para realocar verba e acusa ministro...

Chefe da Casa Civil nega articulação para realocar verba e acusa ministro da Agricultura de traição

 

Fábio Garcia desmentiu Carlos Fávaro sobre tratativas do governo do estado em retirar verbas de BRs para colocar no rodoanel

Em postagem no Instagran, o deputado federal licenciado, secretário chefe da Casa Civil do Estado, Fábio Garcia (União), acusou o ministro da Agricultura, senador licenciado Carlos Fávaro (PSD), de “mentir” sobre reunião do governador Mauro Mendes (União), juntamente com  a bancada federal de Mato Grosso, com o ministro dos Transportes, Renan Filho (MDB), em Brasília.

O ministro da Agricultura disse, também em vídeo disparado nas redes sociais, que “o que me causa tristeza e me faz não acreditar que possa ser verdade, é que o governo de Mato Grosso foi no ministro Renan Filho com uma pauta de pedir para tirar os recursos das obras da BR-158 e da BR-242, porque ainda não estão com as licenças prontas, e deslocar esses recursos para obras do contorno de Cuiabá”.

Na réplica, o chefe da Casa Civil de Mato Grosso foi direto: “ministro e senador Carlos Fávaro, nós mato-grossenses não nos cansamos de decepcionar com a sua pessoa. Nós já até conhecemos essa sua genética da ingratidão e da traição, mas agora conhecemos a genética da mentira. Quanta desinformação! Quanta mentira!”, disse o parlamentar federal.

Fábio Garcia acusou ainda o ministro da Agricultura de traição. “Daquele que teve coragem de trair os produtores rurais do Estado de Mato Grosso, a sua origem, a Aprosoja. De quem traiu um grande companheiro teu, o seu governador Pedro Taques, de quem você foi vice-governador. De quem decepcionou e traiu tantos e tantos amigos nesse Mato Grosso”, destacou.

“Mas agora nós conhecemos uma nova genética, a da mentira. Vossa excelência falta com a verdade quando diz que toda a bancada federal de Mato Grosso, representada pelos seus três senadores, sete deputados federais e o governador de Mato Grosso foram até o ministro pedir a retirada de recursos das BRs. Nós fomos ao ministro pedir recursos, mais dinheiro para que a gente pudesse fazer o contorno de Cuiabá, cuja licença ambiental está pronta e cuja obra pode iniciar ainda este ano. Durante a audiência nós reafirmamos a necessidade de as obras da BR-158 e BR 242 serem iniciadas o quanto antes”.

Ao final do vídeo, Fábio Garcia diz: “vou finalizar com uma frase: a mentira ao menos revela a verdade sobre o caráter de quem está por trás dela”.

Fonte: O Documento

OUTRAS NOTÍCIAS