Sem osso, o corte especial desenvolvido em Mato Grosso pode ser facilmente incorporado à culinária chinesa

O estande do Governo de Mato Grosso no maior evento de importação da China, a CIIE, tem recebido a atenção de diversos empresários desde sua abertura no domingo (05.11). Um dos principais produtos é a apresentação do corte bovino mato-grossense MT Steak, lançado pelo Instituto Mato-grossense da Carne (IMAC) em agosto deste ano.

Por ser uma carne sem osso e com pouca gordura, o corte mato-grossense, extraído da paleta grossa, pode ser facilmente incorporado à culinária chinesa, o que tem chamado a atenção dos investidores.

“Desde o começo do ano os chineses nos perguntavam sobre o corte que pretendíamos lançar, e, quando estiveram no Brasil, puderam experimentar e logo se interessaram pelo MT Steak, que é uma carne maravilhosa. Agora tivemos a oportunidade de trazer a carne para o estande e é um sucesso”, afirmou o presidente do Imac, Caio Penido.

Conforme Penido, a participação de Mato Grosso na maior feira de importação do país asiático representa um cenário favorável para uma forte aliança entre o Estado e o governo chinês.

“A maior preocupação dos chineses é garantir a segurança alimentar da população, diante da crescente demanda por carne bovina no país e dependência do Brasil. A preocupação deles é se vamos dar conta de atender a demanda e é claro que sim. O Brasil é o único país que consegue produzir em larga escala e Mato Grosso é imbatível nisso”, acrescentou.

Com rebanho de 34,4 milhões de animais, segundo o Instituto de Defesa Agropecuária (Indea-MT), Mato Grosso é líder entre os estados com maior número de cabeças de gado, há seis anos consecutivos.

“Nosso objetivo aqui é mostrar que a gente consegue, sim, ter essa produção em larga escala, conservando a biodiversidade, com baixo carbono, e fornecendo uma carne de qualidade”, finalizou.

China Internacional Import Expo

Maior evento dedicado à importação do mundo, a CIIE ocorre de 5 a 10 de novembro no Centro Nacional de Exposições e Convenções, em Shanghai. Liderada pelo governador Mauro Mendes, uma comitiva do Governo de Mato Grosso, composta por deputados e representantes dos setores produtivo e industrial, apresenta as oportunidades de comércio e investimento no Estado, visando a abertura, diversificação e consolidação do mercado na China.

Nesta segunda-feira (06), o Governo já assinou dois termos de cooperação com províncias chinesas. O primeiro, assinado pelo governador Mauro Mendes com a província de Fujian, visa consolidar a relação comercial entre os dois estados, que são grande produtores. Já o segundo termo foi assinado também pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, e o governo de Shaanxi, com foco em criar um canal de negócios entre a Zona Franca do estado chinês e a ZPE de Cáceres.

A Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) e a Aprosoja também firmaram compromissos para uma plataforma de negócios entre as indústrias e promover a qualidade e sustentabilidade da soja e milho mato-grossenses.

Fonte: Secom MT