728X90

Empresários estão otimistas para investir em Mato Grosso após trabalho fiscal do Governo, afirma presidente da ALMT

As medidas adotadas pela atual gestão, que consertaram o caixa do Estado, trouxeram equilíbrio fiscal

Por araguaianews em outubro 1, 2021

Medidas adotadas desde o início da atual gestão, com o apoio da AL, consertaram o caixa do Estado e permitiram o lançamento do maior pacote de redução de impostos do Brasil [Foto – Mayke Toscano]

As medidas adotadas pela atual gestão, que consertaram o caixa do Estado, trouxeram equilíbrio fiscal e permitiram que o Governo saltasse de Nota C para Nota A no Tesouro Nacional, provocaram uma onda de otimismo entre empresários mato-grossenses, segundo o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Max Russi.O parlamentar garantiu empenho na aprovação do pacote de redução de impostos que será encaminhado para o Legislativo esta semana e afirmou, ainda, que os recursos desonerados pelo Estado e que serão empregados pelos contribuintes em outras áreas poderão ser revertidos em mais investimentos. Após a aprovação do texto pelos deputados, o Projeto de Lei entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2022.

“Em nome da Assembleia Legislativa, queremos lhe parabenizar, governador, pela coragem. No início de seu governo o senhor nos encaminhou medidas que foram incompreendidas por muitos. Mas convenceu o Legislativo da necessidade daqueles projetos. E foi a partir daquelas medidas que o Governo foi avançando, foi melhorando, se tornou um dos poucos estados do Brasil a ter nota A no Tesouro Nacional e, agora, o senhor acerta mais uma vez. Eu tive acesso recentemente a uma pesquisa da Fecomércio sobre o otimismo dos empresários para investir, ampliar seus negócios e gerar novos empregos em Mato Grosso. Porque o senhor aposta, reduz impostos, coloca mais dinheiro na mão do cidadão, na certeza de que com isso o senhor vai melhorar a qualidade de vida da população, mas também vai fazer com que esse mesmo dinheiro possa ser gasto em novos produtos”, disse Max Russi.

A proposta do Governo de Mato Grosso prevê a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da energia elétrica (de 25% e 27% para 17% a todos os setores), dos serviços de comunicação, como internet e telefonia (de 25% e 30% para 17%), da gasolina (de 25% para 23%), do diesel (de 17% para 16%), do gás (de 17% para 12%) e do uso do sistema de distribuição da energia solar (de 25% para 17%).

“Vai dar condição de dar RGA aos servidores, de fazer mais investimentos em asfalto, de fazer novos hospitais, fazer investimentos em reformas de escolas, seguir com o maior programa social que já chegou à mão de quem mais precisa nesse Estado, liderado por nossa primeira-dama. Então, o senhor reduz impostos, mas mantém garantidos todos os investimentos. Um Governo visionário, organizado, que trabalha com planejamento e que sabe onde quer chegar e como quer chegar”, pontuou o presidente da Assembleia Legislativa.

Fonte: www.odocumento.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *