728X90

Governo de MT investe R$ 90,7 milhões para o desenvolvimento de Alto Araguaia

Recursos enviados contribuem para o fortalecimento da agricultura familiar, investimentos em educação, ações sociais e obras de infraestrutura

Por araguaianews em junho 3, 2022

Os maiores recursos empregados no município foram por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra)

Os investimentos do Governo de Mato Grosso no município de Alto Araguaia (420 km de Cuiabá) ao longo dos três anos e meio de gestão já somam mais de R$ 90 milhões, em recursos destinados para o fortalecimento da agricultura familiar, investimentos em educação, ações sociais e obras de infraestrutura.

Os maiores recursos empregados no município foram por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra), que tem executado o asfaltamento de 49,3 quilômetros de estrada na MT-100, no trecho que compreende o entroncamento com a BR-364/MT-299, próximo a Ponte Branca. Apenas nessa obra são empregados R$ 55,6 milhões, que resultarão em melhor trafegabilidade, auxiliando no desenvolvimento da região.

Obras de pavimentação da MT-100 em Novembro de 2021 – Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT

O Governo também investe R$ 5,9 milhões para a construção de duas pontes na região, sendo uma de 40 metros sobre o Rio Claro, e outra de 60,5 metros sobre o Rio Ariranha, na MT-465, já no entroncamento com a MT-100, na divisa com o estado de Mato Grosso do Sul. Dessas obras, a primeira já foi entregue para a população e a segunda está em fase de execução.

Por meio de convênios, a Sinfra ainda entregou uma aduela para substituição de uma ponte de madeira na região de Alto Araguaia, e investiu no asfaltamento de ruas dos bairros Nossa Senhora Aparecida/Vila Aeroporto. Também foi feita compra de material para a execução de asfalto. Juntos, esses convênios somaram pouco mais de R$ 3,4 milhões.

Nesta semana, o governador Mauro Mendes também assina autorização para formalização de R$ 18,2 milhões em convênios com o município. Os recursos são destinados para reforma de pontes de madeira (R$ 3,4 milhões), asfaltamento de ruas e avenidas da cidade (R$ 6,9 milhões) e construção de 200 casas para famílias mais vulneráveis (R$ 8,2 milhões). Para isso, a Prefeitura ainda deve apresentar os projetos para serem analisados pela Sinfra e, caso aprovados, os recursos são liberados.

Saúde e educação

A Educação de Alto Araguaia também foi contemplada com a entrega de 84 aparelhos de ar condicionado para a escola estadual Maria Auxiliadora, o que representou investimento de R$ 204,5 mil. Também foi entregue, por meio de convênio, um ônibus de transporte escolar, ao custo de R$ 438 mil.

Foto por: Christiano Antonucci/Secom-MT

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) ainda destinou R$ 391,3 mil para a compra de computadores para os professores da rede estadual, bem como ajuda de custo para a contratação do serviço de internet. A medida foi adotada durante a pandemia da covid-19, quando as aulas estavam online. Outro investimento ainda foi realizado na Assessoria Pedagógica do município, que passou por reforma de R$ 62,5 mil.

Já a Secretaria de Estado de Saúde disponibilizou uma ambulância para o município, e repassou parte do montante necessário para a compra de outra ambulância. Dessa forma, foram R$ 180 mil investidos na saúde da cidade.

Mais investimentos

A área social também foi contemplada no município, com R$ 1 milhão de investimentos. Ao todo, foram 3 mil cestas básicas distribuídas, 1,9 mil cobertores entregues, 48 filtros de barro, e 414 famílias atendidas por meio do programa de transferência de renda Ser Família Emergencial. O governo ainda e repassou R$ 75 mil para a compra de um veículo para a Casa da Tia Nega, uma instituição social do município.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) fez a reforma e adequação da cadeia pública do município, enquanto a agência Desenvolve MT firmou empréstimo para empresas locais.

Ainda, os agricultores familiares foram contemplados com mais de R$ 570 mil em investimentos, feitos por meio da entrega de três patrulhas mecanizadas, compostas por trator, carreta, frade e ensiladeira, seis ordenhadeiras mecânicas, um tanque resfriador de leite, 250 doses de sêmen bovino e uma unidade de referência tecnológica (URT) para assistência técnica ao produtor de leite.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *