28.8 C
Alto Araguaia
segunda-feira - 22 abril - 2024
HomeBrasilLula diz que vai recuperar a indústria naval do país para gerar...

Lula diz que vai recuperar a indústria naval do país para gerar empregos e ampliar renda

Declaração do presidente da República foi dada durante evento de início de obras de dragagem em Niterói (RJ)

Lula fez a declaração durante evento no RJ

presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou nesta terça-feira (2) que quer recuperar a indústria naval brasileira. Segundo ele, é preciso estimular o mercado nacional para que mais empregos possam ser gerados. “A gente vai recuperar a indústria naval brasileira porque não é possivel um país do tamanho do Brasil, em que 90% de todo o comércio é feito atráves do mar, ter déficit comercial na balança por conta que nossos produtos são todos exportados e comprados em navios de bandeira estrangeira”, afirmou.

“É verdade que pode ser mais barato alguns centavos, que pode ser mais barato alguns dólares, mas o fato de alugar navio lá fora a gente não vai gerar emprego aqui. A gente não vai criar pequenas e médias indústrias aqui, não vai ter componente nacional. Isso significa que a gente vai trazer produto mais barato, mas o povo aqui está desempregado e não vai poder comprar o produto que vai vir para cá. Por isso, é necessário gerar emprego nesse país, porque emprego gera renda, renda gera consumo e consumo gera desenvolvimento”, acrescentou.

As falas de Lula ocorreram durante a cerimônia de anúncio do início das obras de dragagem do Canal de São Lourenço, em Niterói (RJ). A obra é uma parceria entre o governo federal e a Prefeitura de Niterói e vai ampliar o acesso da infraestrutura aquaviária ao Complexo Industrial e Portuário da cidade fluminense.

O desassoreamento (remoção de areia, lodo e outros sedimentos do fundo de rios e lagos) de trecho da Baía de Guanabara, entre a Ilha da Conceição e a Ponte Rio-Niterói, vai aumentar de 7 para 11 metros a profundidade do local. Isso permitirá o aumento da função operacional dos estaleiros, o estímulo a novas construções de embarcações e a movimentação do setor de reparos e offshore.

Segundo o governo federal, a intervenção vai alavancar toda a produção dos setores e gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Fonte: noticias.r7.com

OUTRAS NOTÍCIAS