728X90

Mendes destaca que prisão de ex-secretário pela PF não tem relação com Governo

Governador ressaltou que crimes apurados pela PF foram praticados fora da gestão do governo estadual

Por araguaianews em abril 19, 2022

O governador Mauro Mendes (União Brasil) disse na manhã desta terça-feira (19) que a prisão do ex-secretário de Estado de Ciências e Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (Seciteci), Nilton Borgato, na tem nenhuma relação com a esfera governamental, mas sim, algo pessoal do ex-titular da pasta.

Borgatto é um dos alvos da “Operação Descobrimento”, deflagrada nesta terça-feira pela Polícia Federal, contra um esquema de envio de drogas de Mato Grosso para Portugal e foi preso em um apartamento de luxo em Cuiabá.

“O que as pessoas fazem na vida deles, não é problema do Governo. É algo pessoal dele. É um crime pessoal em que ele está sendo acusado pela Polícia Federal e se proceder, ele tem que responder. Tomei conhecimento da prisão pela imprensa. Não sei quando isso aconteceu, se aconteceu, mas não tem nada a ver com a gestão e ato que ele possa ter praticado dentro do Governo”, disse Mauro à rádio Vila Real.

Nilton Borgatto foi titular da Seciteci entre 2019 e março deste ano. Deixou a pasta para ser candidato a deputado federal pelo PSD nas eleições de outubro  O ex-secretário foi prefeito de Glória D’Oeste, cidade que está localizada na região Oeste de Mato Grosso, próximo da fronteira com a Bolívia.

Ao todo, a Polícia Federal cumpriu 43 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva nos estados da Bahia, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e Pernambuco.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *