27.5 C
Alto Araguaia
sexta-feira - 19 julho - 2024
HomeMato GrossoMinistério da Agricultura declara MT livre de aftosa sem necessidade de vacinação

Ministério da Agricultura declara MT livre de aftosa sem necessidade de vacinação

O reconhecimento internacional como livre de febre aftosa sem vacinação abre oportunidades para que os produtos pecuários dessas regiões acessem os mercados mais exigentes do mundo.

Nesta segunda-feira, 25 de março, o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) anunciou a Portaria nº 665, reconhecendo nacionalmente Mato Grosso (MT) e outros 15 estados, como livres de febre aftosa sem a necessidade de vacinação. A medida proíbe o armazenamento, a comercialização e o uso de vacinas contra a febre aftosa nessas áreas, além de restringir a movimentação de animais e produtos para regiões onde a vacinação ainda é prática comum.

Essa restrição de movimento permanecerá em vigor até que a Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA) conceda reconhecimento internacional a todas as unidades da Federação como livres de febre aftosa sem vacinação. A portaria entra em vigor a partir de 2 de maio.

O processo de transição de zonas livres de febre aftosa com vacinação para livre sem vacinação está em conformidade com o Plano Estratégico do Plano Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa (PE-PNEFA), visando tornar o Brasil completamente livre da doença até 2026. Os estados e o Distrito Federal atenderam aos critérios definidos no plano estratégico, alinhado com as diretrizes da OMSA.

Leia Também:  Receita abre consulta a lote residual de restituição do IR

O reconhecimento internacional como livre de febre aftosa sem vacinação abre oportunidades para que os produtos pecuários dessas regiões acessem os mercados mais exigentes do mundo. Atualmente, apenas alguns estados brasileiros possuem esse reconhecimento internacional pela OMSA.

Em abril, os estados da Bahia, Maranhão, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e parte do Amazonas realizarão sua última campanha de imunização contra aftosa. Já para os estados que continuarão com a vacinação, como Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas, as etapas de vacinação em 2024 seguirão nos meses de maio e novembro.

OUTRAS NOTÍCIAS