728X90

MT diz que medidas de biossegurança garantem proteção a professores e alunos e nega surto de covid nas escolas

O ambiente escolar é controlado

Por araguaianews em agosto 17, 2021

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto apresentou, na manhã desta terça-feira (17), os dados do retorno das atividades na modalidade híbrida em Mato Grosso e comprovou que não há surto de Covid-19 nas unidades.

Desde o dia 3 de agosto, quando gradativamente foi iniciado o retorno híbrido, foram notificados no sistema IndicaSUS 64 casos positivos de Covid-19 entre os mais de 27 mil profissionais da educação e 39 casos entre os mais de 393 mil estudantes.

Estes casos estão distribuídos em 79 das 728 escolas estaduais. “Não há que se falar em surto. As mesmas pessoas que lá atrás falaram que o governo ia fechar 300 escolas, que espalharam essa fake news, agora estão falando que há surto nas escolas. O conceito da palavra surto é quando você tem um aumento exponencial em um local e não é o caso. Temos 0.009% de casos positivos entre os mais de 420 mil profissionais e estudantes. Ou seja, 99,99% estão tendo as atividades dentro do programado, cumprindo os protocolos de biossegurança”.

O secretário Alan Porto reforçou que a decisão do governo de Mato Grosso foi pelo retorno das atividades na modalidade híbrida para iniciar a recuperação da aprendizagem dos estudantes.

“A educação não está aumentando a curva pandêmica. Voltamos há 15 dias e não dá para falar que houve contaminação dentro das escolas. O ambiente escolar é controlado, todos os protocolos de biossegurança estão sendo adotados e, nos casos confirmados, temos os planos de contingência. Não dá mais para cercear o direito do estudante da rede pública estadual de ensino. Está errado e temos que mudar essa concepção”.

Plano de contingência

O secretário lembrou que a preparação das escolas para o retorno na modalidade híbrida teve início há mais de seis meses. Destacou as notas técnicas feitas em conjunto com a Secretaria de Estado de Educação e os procedimentos que as escolas estão preparadas para adotar em casos suspeitos ou confirmados de Covid-19.

Para o retorno, as turmas foram divididas em 50% e cada uma é tratada como uma bolha de relacionamento. Em casos confirmados de Covid-19, toda a bolha entra em quarentena. A escola é fechada por um dia para passar pelo processo de desinfecção e as aulas são retomadas com todo monitoramento.

“Todas as medidas e providências estão sendo tomadas. O ambiente escolar é controlado. Todas as atividades econômicas estão funcionando, bares lotados, ninguém respeitando distanciamento, uso de máscara. Porque ficar questionando a educação. Ela não tem que ser tratada em segundo plano. A educação é prioridade neste governo”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *