728X90

Mulheres do Grupo de Gestantes Nascer Feliz confeccionam Diário do Bebê e itens importantes para a maternidade

As mulheres participaram de um workshop com a facilitadora Camila Nascimento

Por araguaianews em setembro 7, 2021
 

A Prefeitura de Alto Taquari, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), realizou na última quinta-feira (02.09) mais um encontro das mulheres do Grupo de Gestantes Nascer Feliz. As mulheres participaram de um workshop com a facilitadora Camila Nascimento. Elas confeccionaram o Diário do Bebê e outros itens importantes para o acompanhamento da gestação.

  • Fonte: Fonte: Ascom | Nota e fotos: Bruno Santos

As reuniões do Grupo de Gestantes Nascer Feliz são desenvolvidas semanalmente no Centro de Referência de Assistência Social (Cras). As gestantes participam de oficina de bordado, palestras com tema relacionado à saúde, cuidados com o bebê. Em agosto, as mães assistiram palestras com ênfase na campanha Agosto Lilás. Neste mês, as mulheres assistirão palestra sobre a campanha Setembro Amarelo, entre outras atividades.

Atualmente, 13 gestantes são assistidas no Cras. Durante o ano de 2021 já foram atendidas cerca de 25 mulheres em Alto Taquari.

Sobre o Paif
O Grupo de Gestante faz parte do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), que é oferecido em todos os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e tem como objetivo apoiar as famílias, prevenindo a ruptura de laços, promovendo o acesso a direitos e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida. O trabalho social com famílias é realizado no âmbito do Paif. É um conjunto de procedimentos realizados com o objetivo de contribuir para a convivência, reconhecimento de direitos e possibilidades de intervenção na vida social de uma família. Este trabalho estimula as potencialidades das famílias e da comunidade, promove espaços coletivos de escuta e troca de vivências. Podem participar do Paif as famílias em situação de vulnerabilidade social. São prioritários no atendimento os beneficiários que atendem os critérios de participação de programas de transferência de renda e benefícios assistenciais e pessoas com deficiência e/ou pessoas idosas que vivenciam situações de fragilidade. (fonte: mds.gov.br)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *