728X90

Pato inflável gigante surge próximo a porto com a palavra ‘alegria’

"Quem esperaria ver um pato no meio da água aqui?", questionou, "realmente funciona."

Por araguaianews em agosto 20, 2021

Ave emborrachada amanheceu ancorada entre uma ponte e um cais da cidade de Belfast, no estado norte-americano do Maine

Pato inflável gigante surgiu próximo a porto dos EUA com a palavra ‘alegria’ estampada

REPRODUÇÃO/VÍDEO/NEW ENGLAND CABLE NEWS

Ninguém sabe de onde veio ou para onde vai. Muito menos o motivo da chegada. No entanto, trouxe “alegria”. Ao menos a palavra, estampada logo abaixo do bico achatado. Apesar de tanto mistério, um pato infável com aproximadamente 7 m de altura tem encantado os moradores e turistas da cidade de Belfast, no estado norte-americano do Maine.

Em entrevista ao jornal Bangor Daily News, Katherine Given, capitã do porto local, disse que o primeiro contato com a ave emborrachada ocorreu na manhã do último sábado (19): “Não tenho ideia de quem é o dono”, arrematou.

Katherine afirma ter ouvido rumores de que um pato de aparência semelhante foi visto ao redor de uma ilha próxima. Mas, se a viagem foi longa até ali, a estrutura gigantesca parece ter se acomodado de vez.

“Se estivesse no meio do campo de atracação, poderia oferecer perigo à navegação”, explica a capitã, “onde está a água é rasa, não incomoda ninguém.”

Pato inflável gigante encantou moradores da cidade de Belfast (EUA)

Pato inflável gigante encantou moradores da cidade de Belfast (EUA)

REPRODUÇÃO/VÍDEO/NEW ENGLAND CABLE NEWS

Uma boa notícia ao fã clube que o alegre patinho gigante conquistou desde que ancorou na região. “É maravilhoso”, elogiou a turista Judy Herman (acima), ao canal New England Cable News.

“Quem esperaria ver um pato no meio da água aqui?”, questionou, “realmente funciona.”

De acordo com o Bangor Daily News, até o momento, a presença da provável nova atração local não gerou nenhum atrito. Até porque removê-la da água não seria tarefa das mais simples: “Seria interessante ver alguém tentar tirar e até onde eles conseguiriam chegar”, brincou a capitã do porto.

Apesar do carinho que tem recebido, o futuro do pato flutuante ainda é tão incerto quanto à origem dele.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *