728X90

Secretário diz que Estado tem interagido com municípios, mas lembra que vacinação é obrigação das prefeituras

O secretário-chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Mauro Carvalho (DEM), afirmou nesta segunda-feira (12), em entrevista na Rádio Vila Real FM

Por araguaianews em abril 13, 2021

O secretário-chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Mauro Carvalho (DEM), afirmou nesta segunda-feira (12), em entrevista na Rádio Vila Real FM, que o Governo do Estado tem interagido com os municípios no tocante a vacinação, mas que a obrigação de vacinar é de cada município.

“O Governo, desde o primeiro momento em que começou a chegar vacinas, tem interagido com os municípios. A gente precisa entender que o governo de Mato Grosso como todos os governos estaduais, não vacinam ninguém. Quem tem a obrigação de vacinar são as prefeituras”, disse.

Mauro Carvalho disse que é assim com todas as vacinas. “Isso não é só com a vacina do Covid, é com a da gripe, da febre amarela, da coqueluche, todas as vacinas, quem imuniza são os prefeitos, as unidades de saúde da prefeitura. O governo recebe essas vacinas e faz a distribuição”.

Segundo Mauro Carvalho, “tem municípios que não estão se envolvendo muito e tem municípios extremamente envolvidos e comprometidos com a vacinação. O que a gente vê pelos números de Mato Grosso, o que tem puxado muito a vacinação para baixo é Cuiabá, onde está sendo distribuído o maior número de vacinas”, afirmou.

Conforme Mauro Carvalho, “no último relatório, nós tínhamos aqui em Cuiabá 19 mil vacinas estocadas da primeira dose, e 33 mil vacinas estocadas da segunda dose. Então, isso faz total diferença no percentual de imunização. Isso também deve ter sido ao fato de termos apenas um local de vacinação na Capital”.

O chefe da Casa Civil disse ainda que “o Governo do Estado está aberto para ajudar a Prefeitura de Cuiabá, como tem ajudado no Centro de Triagem da Arena Pantanal, aquilo ali já é uma grande ajuda para a Baixada Cuiabana. Aquilo ali é uma obrigação das prefeituras. Estamos abertos, o que for solicitado pelos prefeitos, estamos abertos para ajudar”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *