28.8 C
Alto Araguaia
segunda-feira - 22 abril - 2024
HomeMato GrossoSecretário rebate críticas da Seleção Brasileira e defende a Arena: “Um dos...

Secretário rebate críticas da Seleção Brasileira e defende a Arena: “Um dos melhores estádios do país”

Jefferson Neves com a vereadora Michelly Alencar, sua esposa, e o atacante Neymar, na Arena Pantanal

 O secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, , rebateu as criticas de jogadores e membros da comissão técnica da Seleção Brasileira em relação a estrutura da Arena Pantanal, em Cuiabá.

O estádio mato-grossense recebeu a partida entre Brasil e Venezuela no dia 12 deste mês, faturou mais de R$ 12 milhões, em um empate amargo para quem pagou até R$ 600,00 no ingresso para assistir a partida. “O gramado foi entregue da melhor maneira possível e estava incrível, avaliado, inclusive, pela empresa especialista nisso. Só que depois de três treinos seguidos, é uma grama natural, sofre algum desgaste e essa condição da comissão técnica de querer treinar no estádio do jogo, coisa que não é normal, danificou um pouquinho sim o gramado, mas era uma condição que já era esperada”, garantiu.

O secretário sinalizou ainda que os críticos estariam procurando motivo para justificar o resultado ruim. “Nós precisamos entender que essas reclamações são naturais quando não se tem um bom resultado”, complementou.

Reclamações

O lateral Danilo disse que jogadas são prejudicadas em gamado ruim. “Influencia bastante, assim como foi no Peru (mês passado). É importante, a gente tem falado com o presidente, os gramados precisam ser bons. Para o Neymar, Rodrygo e Vini Jr fazerem aquelas jogadas que estão acostumados em um curto espaço de campo é importantíssimo que o gramado esteja numa condição melhor do que estava aqui hoje”.

O goleiro Ederson também não poupou críticas: “Tivemos uma conversa com o presidente, alguns jogadores acabaram tendo. Independente do lugar, é sempre bom ter um bom gramado. Em todo canto da Europa que você vai o gramado é bom. No Brasil não é diferente, tem que ter mais investimento nos gramados, não só no estádio de hoje, como em muitos estádios do Brasil. Deveriam focar mais nesse aspecto, faz muita diferença”, disse.

Fonte: O Documento

OUTRAS NOTÍCIAS